Cirurgia

COVID-19 e a especialidade Vascular

 Covid-19 e a especialidade Vascular

E o mundo virou de cabeça para baixo. De repente, os nossos pacientes crônicos que fazem controle regular de suas patologias vasculares, com medo da epidemia, sumiram dos nossos consultórios, ambulatórios e do nosso monitoramento. O momento é de angústia e incerteza; porém, temos de colocar na balança os riscos e benefícios, e entender que, às vezes, o que sentimos ou apresentamos pode ser pior que a Covid-19. Sabemos como é difícil a decisão de buscar auxílio médico ou ficar em casa, em isolamento social. Na especialidade vascular, lidamos com doenças degenerativas que, mesmo bem cuidadas, progridem lentamente. Nossos pacientes, ou uma boa parte, são do grupo de risco para a Covid-19, e são exatamente esses que também têm risco de ficarem sem a nossa atenção.


Leia mais

Cirurgia Minimamente Invasiva na Coloproctologia

Cirurgia Minimamente Invasiva na Coloproctologia

Após quase três décadas da primeira cirurgia colorretal videolaparoscópica no mundo e no Brasil, a técnica ganhou segurança e, principalmente, reconhecimento como uma excelente indicação para tratamento de afecções benignas e malignas colorretais. Nesses casos, trata-se de ressecções para retiradas de pólipos irressecáveis por colonoscopia, para doença diverticular não complicada e casos de doenças malignas quando em serviços de experiência, situações em que a técnica acaba tendo excelentes resultados. Quando falamos em técnicas minimamente invasivas, não abordamos somente a cirurgia videolaparoscópica, mas também a colonoscopia, a cirurgia robótica e técnicas para tratamento de fístulas perianais e exérese de cisto pilonidal.


Leia mais

Avaliação pré-operatória para cirurgia cosmética das pálpebras

Avaliação pré-operatória para cirurgia cosmética das pálpebras

A cirurgia cosmética palpebral desempenha um papel vital no rejuvenescimento facial, havendo uma relação estética direta entre os terços superior e médio da face. A blefaroplastia da pálpebra superior e inferior é comumente indicada para o tratamento de excesso de pele, músculo orbicular dos olhos e prolapso da gordura orbitária. A avaliação pré-operatória deve incluir a história médica e oftalmológica completa, além de um exame óculo-facial detalhado. Os sintomas preexistentes de olho seco devem ser considerados no pré-operatório, pois estão diretamente relacionados às complicações pós-operatórias. O exame físico deve levar em consideração a posição da sobrancelha, a presença de ptose palpebral, a posição da palpebral inferior e a projeção da região malar.

Leia mais