Nefrologia e Urologia

Síndrome de Burnout: alerta vermelho na Medicina

Síndrome de Burnout: alerta vermelho na Medicina

A Urologia é uma das dez especialidades com maior ocorrência da síndrome de Burnout (SB), figurando em primeiro lugar quando o critério é a gravidade dos sintomas. No último congresso da American Urological Association, realizado em Chicago, o tema foi destaque em uma sessão plenária. Sem dúvida, o assunto merece reflexão e constitui um desafio a ser enfrentado pelas sociedades médicas, que deverão incluí-lo obrigatoriamente na pauta de seus próximos congressos.

Leia mais

Controvérsias a respeito da oferta de proteínas para pacientes com lesão renal aguda

Controvérsias a respeito da oferta de proteínas para pacientes com lesão renal aguda

A incidência de lesão renal aguda (LRA) tem aumentado de modo considerável, particularmente em pacientes internados em unidades de terapia intensiva (UTI). A despeito dos avançosmédicos nas últimas décadas, a mortalidade ainda é bastante elevada, atingindo mais de 50% dos pacientes, e o estado nutricional pode ser considerado um possível fator determinante dessa estatística.

Leia mais

Síndrome hepatorrenal: novos critérios diagnósticos

Síndrome hepatorrenal: novos critérios diagnósticos

Por Dr. Igor Denizarde – A síndrome hepatorrenal (SHR) é uma grave complicação da doença hepática terminal, que ocorre, principalmente, em pacientes com cirrose avançada e ascite que apresentam acentuada disfunção circulatória, bem como naqueles com insuficiência hepática aguda. É caracterizada por vasoconstrição renal funcional, que causa redução da taxa de filtração glomerular (não responsiva à reposição de volume), apresentando anormalidades renais histológicas mínimas.

Leia mais

Síndrome da bexiga hiperativa | Epidemiologia, causas e tratamento

Síndrome da bexiga hiperativa | Epidemiologia, causas e tratamento

Por Dr. João Antonio Pereira Correia – De acordo com inquérito epidemiológico recente, 25% da população brasileira (homens e mulheres) com mais de 40 anos apresentam síndrome da bexiga hiperativa (SBH).1 A International Continence Society define essa afecção vesical como uma condição em que o paciente apresenta “urgência miccional, com ou sem incontinência, geralmente associada a aumento da frequência urinária diurna e/ou noturna, sem infecção urinária ou outra alteração patológica evidente”.2

Leia mais