Marcado com 'Leonardo Biscaia'

Alguns comentários sobre a “síndrome de burnout”

Alguns comentários sobre a “síndrome de burnout”

Na medicina ocupacional, há determinados modismos que se sucedem uns aos outros ao longo do tempo. Na década de 1980, a doença ocupacional que recebia destaque frequente nas manchetes dos jornais era a LER (lesões por esforços repetitivos), depois renomeada como LER-DORT (lesões por esforços repetitivos-distúrbios osteomusculares relacionados ao trabalho). Em seguida, veio a PAIR (perda auditiva induzida pelo ruído). Na década de 2000, a ênfase passou para a fibromialgia e, há alguns anos, a “síndrome de burnout” ganhou evidência.

Leia mais

Lições do Universo da Hepatite C

Lições do Universo da Hepatite C

O Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Paraná (UFPR) promoveu, em maio de 2017, um interessante evento científico de atualização sobre a hepatite crônica C. Estiveram presentes profissionais médicos e não médicos que atuam em várias especialidades e áreas envolvidas, direta ou indiretamente, na atenção ao paciente com infecção pelo vírus da hepatite C (HCV). Entre os inúmeros aspectos apresentados, os que mais chamaram a atenção foram os seguintes:

Leia mais

O Estabelecimento das Relações de Causa e Efeito na Perícia Médica

O Estabelecimento das Relações de Causa e Efeito na Perícia Médica

Assim como em todas as áreas da Medicina, as perícias médicas ocupam-se da relação de causa e efeito entre um fenômeno ou agente e um agravo à saúde. Talvez sem se dar conta disso ou em função do “espírito do tempo”, os conhecimentos médicos (inclusive a “medicina baseada em evidências”) têm seguido os chamados “critérios” de Bradford-Hill. Trata-se de uma série de recomendações feitas por Austin Bradford-Hill, em 1965, para permitir que se estabeleça a relação de causalidade entre doenças e o ambiente de trabalho, diferenciando o que é relação de causa e efeito do que é mera associação entre fatos próximos, no tempo ou no espaço, mas independentes.

Leia mais

Diferentes Olhares sobre o Mundo do Trabalho: Medicina do Trabalho e Perícia Médica Previdenciária

Diferentes Olhares sobre o Mundo do Trabalho: Medicina do Trabalho e Perícia Médica Previdenciária

A perícia médica da Previdência Social e a medicina do trabalho ocupam-se do processo saúde-doença no ambiente de trabalho, porém sob pontos de vista distintos, ainda que complementares. Em razão das características dessas duas vertentes, vemos com frequência médicos do trabalho tornarem-se peritos médicos, bem como peritos procurando cursos de especialização em Medicina do Trabalho. É importante que os dois profissionais conheçam as idiossincrasias de suas atividades com certa profundidade. Este artigo abordará principalmente as diferenças entre essas duas áreas da medicina, enfatizando suas peculiaridades.

Leia mais

Datas e fatos na perícia médica

Datas e fatos na perícia médica

Se a diferença entre doença e incapacidade é o conceito fundamental da perícia médica previdenciária, a determinação dos momentos em que a doença e a incapacidade surgiram é o segundo mais importante. A aplicação desse conhecimento avança para muito além da concessão de benefícios previdenciários e tem sua utilidade em todas as análises de situações médicas que verificam se a doença considerada é anterior ou posterior à intervenção médica, como em auditorias de planos de saúde ou em ações indenizatórias e de responsabilidade civil.

Leia mais