Gen Medicina

Consequências do estresse agudo nos cabelos

Consequências do estresse agudo nos cabelos

Recente pesquisa sobre o assunto foi divulgada pela revista Nature. Os resultados foram identificados por grupos da Harvard University e do Centro de Pesquisa em Doenças Inflamatórias (CRID). Nesta entrevista, conversamos com Thiago Mattar Cunha, integrante do CRID, um Centro de Pesquisa, Inovação e Difusão da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP), sediado na Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo (FMRP-USP).


Leia mais

Doença do enxerto versus hospedeiro

Doença do enxerto versus hospedeiro

A doença do enxerto versus hospedeiro (DEVH) é uma reação imunomediada que resulta da interação complexa entre a ação das células imunocompetentes do doador contra os tecidos do receptor. Costuma ocorrer principalmente após transplante de medula óssea (TMO) e classifica-se em aguda, quando a doença ocorre até 100 dias após o transplante, e crônica, quando surge após cem dias. Além do TMO, os procedimentos associados ao alto risco de desenvolver DEVH incluem a transfusão de hemoderivados não irradiados e o transplante de órgãos sólidos contendo tecido linfoide.

Leia mais

Sonho das operadoras de planos de saúde é pesadelo para consumidores

Sonho das operadoras de planos de saúde é pesadelo para consumidores

O atual ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, manifestou recentemente sua opinião de que a legislação de planos de saúde precisa ser modernizada e afirmou que o Governo Federal está em movimento para realizar mudanças no setor. Durante um discurso no Fórum da Saúde, em Brasília, o ministro disse que a Lei 9.656/98 é “engessante” e “restritiva”.

Leia mais

Entendendo o complexo diálogo entre sistema imunológico e sistema nervoso central

Entendendo o complexo diálogo entre sistema imunológico e sistema nervoso central

O conceito de privilégio imune se refere à incapacidade de um órgão em rejeitar tecidos heterotópicos transplantados. Em 1940, Peter Medawar descreveu que enxertos homólogos de pele no sistema nervoso central (SNC) falhavam em criar uma resposta imune que levasse a sua rejeição. Porém, caso o mesmo enxerto fosse colocado em outra parte do corpo, uma resposta imune ocorria nesse tecido e, quando reinserido no SNC, finalmente aconteceria uma resposta por meio de rejeição tecidual.1 A principal explicação dada por Medawar foi a de que o SNC não tinha um sistema linfático. Portanto, não existiria uma janela de oportunidade para uma resposta imune, argumento que hoje se sabe estar ultrapassado.

Leia mais